Acesso à Informação

Clima Local

Eventos

  • *Evento
O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Nova Castilho

Dia de 18 de Maio foi estabelecido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e o município de Nova Castilho fez sua contribuição nesta importante data.

Nos dias 18 e 19 de Maio foram realizados eventos para conscientizar e sensibilizar a todos sobre o referido tema.

No primeiro dia, logo pela manhã, uma grandiosa passeata foi realizada pelas ruas da cidade. Alunos, pais, professores e funcionários das escolas locais foram às ruas munidos de cartazes, faixas, apitos e balões. A Polícia Militar representada pelo Sargento Cinézio Crescêncio acompanhou todo o trajeto garantindo a ordem e a segurança a todos os participantes.

À noite, uma palestra destinada aos pais e professores foi ministrada na sede do CRAS

pela Assistente Social da cidade de Suzanápolis, Cecilia Ketelhute. A palestrante falou sobre abuso e exploração sexual, as características do abusador, os possíveis sinais que a vítima apresenta, legislação e apresentou alguns vídeos com depoimentos de vítimas de abuso sexual.

Na sexta feira, 19, dois teatros foram apresentados também na sede do CRAS pela Companhia de Teatro Caixa de Histórias da cidade de Lourdes.

Na parte da manhã, foi apresentada a Peça “O segredo da Tartanina”, uma adaptação do Livro com mesmo título. A peça destinada para as crianças até 12 anos, abordou o tema de forma simplificada para facilitar o entendimento dos pequenos alunos.

No período da tarde, os alunos das escolas com idade acima de 12 anos puderam assistir a uma emocionante dramatização do “Caso Araceli”. Após o teatro foi realizado uma discussão sobre o tema.

Os eventos foram realizados e organizados pela Equipe do CRAS (Centro de Referencia da Assistência Social), Membros do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescentes), Conselheiros Tutelares e Diretores, Coordenadores e Professores das Escolas EMEI “Adila Ana Conceição dos Santos”, EMEF “Professora Sandra Regina Feitosa Sobreira” e EE “José Antônio de Castilho”, com apoio da Prefeitura Municipal e Policia Militar.

O dia 18 de Maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes pela Lei Federal 9.970/00. Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados. Foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune. 

  • A proposta do “18 de Maio” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais preservados de crianças e adolescentes.